Por favor aguarde...


Caso leve mais de 30segundos recarregue a página

DR #34 – Reflexões Sobre A Comercialização Da Mandioca Para A Produção De Cerveja

Autores:Momade Ibraimo
Em Moçambique, a produção de monoculturas começa nos finais do século XIX, com a entrada das companhias majestáticas. Estas companhias, produziam em grandes extensões, com base em trabalho intensivo. Produziam para exportação (algodão, açúcar, chá, copra e sisal). Existiram apoios do Estado, como por exemplo, o recrutamento obrigatório de trabalho. A cultura do algodão foi introduzida como obrigatória para todas as famílias camponesas.

Este Destaque Rural tem por objectivo estudar a implementação da Matanuska e seus efeitos sobre a pequena produção. A presente análise assenta na recolha de dados primários, obtidos em 2017, a partir de 160 inquéritos aos pequenos produtores e entrevistas aos diferentes indivíduos e instituições ligadas ao tema em análise. Na fase final da conclusão deste trabalho, a empresa Matanuska Moçambique, iniciou um processo de encerramento, o que é referido na parte final deste texto; o referido resulta de informações directas dos responsáveis da empresa.
Data :Março de 2018

Mês

Ano