Por favor aguarde...


Caso leve mais de 30segundos recarregue a página

DR #168 – Balança comercial alimentar: come-se o que não se produz e produz-se o que não se come

Autores:Yara Nova e João Mosca
As balanças comercial, agrícola e alimentar apresentaram, entre 2001 e 2020, valores negativos (deficitários), o que revela uma baixa produção interna e uma economia dependente de importações. Observa-se que as exportações são de commodities não-comestíveis e que a quase totalidade das importações são de bens alimentares, o que fundamenta o título do texto. Dos cinco principais produtos agrícolas e alimentares exportados destacam-se o tabaco e o açúcar. Dos cinco principais produtos agrícolas e alimentares importados, destacam-se o arroz, trigo e o óleo alimentar.

Em geral, apesar de estas tendências reflectirem uma crescente integração nos mercados regionais e internacionais, a forte concentração em produtos cuja transformação é reduzida ou inexistente, tem implicações para a economia nacional, e os crescentes níveis de importação contribuem para o agravamento das balanças comerciais e de pagamento.
Data :Abril de 2022

Mês

Abril

Ano

2022