Por favor aguarde...


Caso leve mais de 30segundos recarregue a página

OR #51 – Estratégia de Produção Camponesa em Moçambique

Autor: Yasser Arafat Dadá
Estratégia de Produção Camponesa em Moçambique: Estudo de caso no Sul do Save – Chokwé, Guijá e Kamavota

Este estudo tem por objectivo analisar as estratégias de produção dos pequenos produtores no Sul do Save, em Moçambique. A análise assenta na recolha de dados primários obtidos a partir da administração, em 2015, de 1200 questionários junto da população alvo, no âmbito de um projecto de investigação em curso no Observatório do Meio Rural (OMR) em Moçambique. A reflexão aqui apresentada inspira-se nos contributos das principais correntes teóricas e estudos empíricos relacionados com as estratégias de produção dos pequenos produtores. Foi desenvolvido um modelo com base no SEM (Modelos de Equações Estruturais) para explicar tais estratégias.

Os resultados encontrados a partir do modelo SEM revelam uma forte ligação entre a estrutura da família e as quantidades produzidas pelos pequenos produtores. Ainda que numa escala reduzida, quando comparada com a Estrutura da Família, revelou-se uma ligação positiva entre a produção dos pequenos produtores com a superfície trabalhada e com o capital fixo. Ainda a partir do modelo, revelou-se que a produção é pouco sensível aos mercados, quer ao nível dos insumos (avaliada pela Distância média percorrida para a aquisição dos insumos agrícolas), quer ao nível da comercialização da produção.

Em suma, a principal conclusão retirada dos resultados obtidos do Modelo SEM, no contexto desta investigação, é de que existe uma estratégia particular de produção, própria aos pequenos produtores, assente na exploração intensiva do trabalho familiar que visa uma produção destinada à sobrevivência, em sintonia com a visão proposta por Chayanov.
Data: Maio de 2017

Mês

Maio

Ano

2017