OR #23 – Transportes Públicos Rodoviários na Cidade de Maputo: Entre os TPM e os My Love

Autor: Kayola da Barca Vieira, Yasser Arafat Dadá,Margarida Martins
Os serviços de transporte rodoviário de passageiros são vitais ao crescimento económico e ao desenvolvimento. Estes transportes constituem a opção para a maior parte da população residente ou com actividades nos municípios de Maputo e da Matola, bem como nos postos administrativos de Boane, Marracuene e Namaacha na província de Maputo. O sector privado é, actualmente, o maior provedor de serviços de transporte rodoviário público . Utentes, conselho municipal, transportadores (patronato) e chapeiros são os principais intervenientes no sector de transporte público rodoviário na cidade de Maputo.

O minibus de 15 lugares, autocarros de 25 lugares, carrinhas de caixa aberta (My Love) e autocarros da empresa pública Transportes Públicos de Maputo (TPM) são os tipos de veículos que efectuam o transporte público rodoviário de pessoas na cidade. A falta de transporte público, o aumento do número de viaturas em circulação e de acidentes rodoviários (perda de vidas humanas ou ferimentos contraídos e perda de bens) influencia negativamente a produtividade e o bem-estar dos munícipes na capital do país. Mais viaturas em circulação representam inúmeros desafios, tais como a poluição sonora e do ar, e o congestionamento nas vias públicas.
Data: Dezembro de 2014

Mês

Dezembro

Ano

2014