OR #20 – Influência das Taxas de Câmbio na Agricultura

Autor: João Mosca, Yasser Arafat Dadá,Kátia Amreén Pereira
A agricultura representa um papel fundamental na economia dos países africanos, tanto como fonte de emprego da maioria da população assim como uma das principais fontes de receita de divisas por via das transacções comerciais dos produtos agrícolas com o exterior. A agricultura possui ainda como função principal, a produção alimentar como elemento central contra a pobreza e contra a desnutrição e suas implicações na vida dos cidadãos e na segurança/soberania alimentar aos diferentes níveis (das famílias camponesas, nas aldeias e ao nível dos países). Em 2011 o sector agrário em Moçambique foi responsável por pouco mais de 15% das exportações, sendo que grande parte destas resultaram de culturas de rendimento, tais como, algodão, tabaco, florestas, entre outros.

Sabe-se da importância (influência) das políticas macroeconómicas sobre as reacções sectoriais e sobre os mercados, podendo determinar a sobrevivência de uma economia num ambiente competitivo e em economias crescentemente abertas. A taxa de câmbio é uma das variáveis macroeconómicas que influencia a competitividade, destacando-se o seu impacto sobre os custos de produção, os preços internos dos factores, e dos bens e serviços. Alguns trabalhos realizados em Moçambique para diferentes culturas referem uma influência forte da taxa de câmbio nas exportações, na produção e nos rendimentos dos produtores.
Data: Setembro de 2014

Mês

Setembro

Ano

2014