Por favor aguarde...


Caso leve mais de 30segundos recarregue a página

OR # 145 Uma fraude chamada ensino primário público? Reprodução de diferentes níveis da cidadania e comprometimento de um projecto de unidade nacional

Autor: João Feijó e Neuza Balane

A partir de um conjunto de dados estatísticos e de observações realizadas em cinco distritos no Norte e Sul de Moçambique, neste texto pretende-se avaliar as características do parque escolar em Moçambique e as competências dos estudantes do ensino primário. Os resultados demonstram, não só, as precárias condições de ensino e de aprendizagem, mas também, a existência de assimetrias significativas entre o Norte e o Sul do país, entre zonas rurais e urbanas e, sobretudo, entre ensino público e privado. Constataram-se elevados índices de absentismo de professores e estudantes, e de desistência escolar. O texto demonstra que o sistema de ensino está a ser responsável pela reprodução de cidadanias desiguais, marginalizando grande parte da população rural do país, incluindo em zonas de penetração de grandes projectos económicos. Trata-se de um fenómeno que reproduz assimetrias sócio-espaciais, constituindo fonte de instabilidade e um entrave ao difícil projecto de unidade nacional.

Junho de 2024

Mês

Junho

Ano

2024

Verified by MonsterInsights