Por favor aguarde...


Caso leve mais de 30segundos recarregue a página

DR #33 – Efeitos dos Grandes Projectos em Moçambique: O Caso da Matanuska

Autores:Março de 2018
Em 2010, o Governo de Moçambique assinou um contrato com a China Roads and Bridge Construtions (CRBC) com vista à construção de uma ponte entre Maputo e Catembe. A ponte representa um dos maiores projectos do Moçambique pós-independência, tendo sido investidos 725 milhões de dólares para a sua construção, acrescidos de 315 milhões para a ligação rodoviária. 85% deste valor é oriundo de um empréstimo do EXIM Bank da China, e o restante representa uma contribuição do Governo de Moçambique(Sapo Notícias, 20.09.2012). Com a construção da ponte espera-se estimular o desenvolvimento económico da margem Sul e duplicar a população vivendo na Catembe (Soares, 2016: 59). A ponte e a estrada até à Ponta do Ouro facilitarão a ligação à África do Sul e Suazilândia, estimulando o transporte e o comércio internacional (World Construction Network, 2017).
Este Destaque Rural visa apresentar a análise dos impactos exercidos pela construção da ponte sobre a população reassentada na Catembe, ao nível do acesso a serviços sociais e em termos de possibilidade de consumo. Com esse objectivo, procuraram-se analisar, especificamente, as famílias reassentadas da Malanga para a Catembe, nomeadamente para os bairros Chamissava e Incassane.
Data :Fevereiro de 2018

Autor

Mês

Ano