Sobreviver aos riscos “naturais” e antrópicos? Notas ao processo de revisão da política nacional de terras