Tensões e conflitos sociais no campo

Tensões e conflitos sociais no campo


Descrição

  • 10 Outubro 2019

Apesar dos elevados índices de crescimento económico persistem situações de pobreza e agravam-se desigualdades sociais. A penetração de grande capital em regiões marcadas pela exclusão é geralmente acompanhada por exageradas promessas de emprego e bem-estar. Contudo, os problemas de reassentamento, a limitação de acesso a zonas produtivas e a insuficiente criação de emprego frustram as expectativas iniciais. A proliferação de telemóveis, de rádios comunitárias e de escolas secundárias por distritos rurais promovem a difusão de informações incómodas para o poder local.

Num cenário em que o acesso ao Estado constitui uma importante condição para o acesso aos recursos económicos, a conflitualidade política tende a aumentar durante escrutínios eleitorais. Neste contexto, torna-se expectável que os próximos anos continuem férteis em tensões sociais. Longe de constituir uma obra acabada sobre os conflitos existentes em Moçambique, esta colectânea procura chamar a atenção para a necessidade de compreensão de inúmeras tensões existentes na sociedade moçambicana.

Pretende-se, ainda, estimular outros investigadores e estudantes a prolongarem e realizarem outras pesquisas, que recolham análises que permitam não só compreender a dimensão do risco existente no país, mas também que apoiem os policy makers e diferentes actores sociopolíticos nos processos de tomada de decisão.