OR #77 – Pobreza e desigualdades em zonas de penetração de grandes projectos

OR #77 – Pobreza e desigualdades em zonas de penetração de grandes projectos


Descrição

  • 30 Julho 2019

Pobreza e desigualdades em zonas de penetração de grandes projectos: Estudo de caso em Namanhumbir – Cabo Delgado

Nos últimos anos, o distrito de Montepuez ficou conhecido pela exploração de pedras preciosas e semi-preciosas. Contudo, ao longo deste Observador Rural demonstra-se que a exploração dos recursos naturais não se traduziu em relevantes benefícios para as populações em termos de acesso a água, saneamento, saúde, educação, condições habitacionais ou posse de bens. Dez anos após a descoberta de pedras preciosas em Namanhumbir não se assiste a uma maior variedade de actividades económicas, continuando as populações a recorrer maioritariamente a uma agricultura de subsistência, de carácter itinerante, assente na utilização de baixa tecnologia e com baixa produtividade, reproduzindo-se desta forma situações de pobreza. O reduzido contributo da MRM na geração de emprego ao nível do distrito e a sua acção repressiva com vista a afastar mineradores ilegais, aumenta a tensão conflitual entre a empresa e jovens locais. As receitas da exploração de rubis beneficiaram sobretudo o grande capital estrangeiro, assim como um grupo restrito de nacionais com ligações privilegiadas com o poder central e que opera em moldes rendeiros. Por sua vez, uma parte da população perdeu as suas terras de produção e sentiu-se obrigada a produzir em zonas mais distantes.