OR #111 – Des(continuidades) políticas e económicas de longa duração do sector familiar em Moçambique

O campesinato tem sido, ao longo de séculos, uma classe social explorada (no sentido do seu empobrecimento e extracção de recursos – trabalho e excedentes produtivos), seja por via da escravatura, trabalho forçado/obrigatório, assalariamento e semi-assalariamento, seja pela extracção de excedentes e venda de produtos a preços baixos e integração perversa no mercado. No âmbito … Continue a ler OR #111 – Des(continuidades) políticas e económicas de longa duração do sector familiar em Moçambique