OR #04 – Algumas Dinâmicas Estruturais do Sector Agrário

OR #04 – Algumas Dinâmicas Estruturais do Sector Agrário


Descrição

  • 1 Março 2013

O meio rural tem sido palco de grandes investimentos externos, sobretudo na exploração de recursos naturais (mineração e florestas). Estão acontecendo novas dinâmicas na economia rural e, em particular, nas actividades de pequena escala que se traduzem no aumento de actividades – comércio informal, emprego, migração, recursos provenientes da extracção de pequena escala de recursos naturais (sobretudo da floresta – carvão, lenha, estacas, garimpismo, etc.), pequeno transporte de curta distância, entre outras) que, em princípio, concorrem com a produção agrícola e alimentar em particular.

Se as actividades não agrárias e, de entre estas, as produções de exportação (particularmente o tabaco, algodão e açúcar), gerarem maiores rendimentos que a produção agrária alimentar, então pode-se esperar que exista uma transferência dos pequenos produtores para actividades não agrárias e/ou eventuais alterações na composição dos sistemas de produção (peso relativo das culturas, tamanho das explorações e intensificação produtiva). Estas evoluções podem significar mudanças estruturais a longo prazo que se produzirão em função das dinâmicas próprias do mercado com diferentes níveis de liberdade/regulação ou mesmo intervenção do Estado. Estas alternativas ditarão a natureza e diferentes percursos da economia agrária e rural e das relações entre o rural e o urbano nas próximas décadas. Devido a estas possíveis implicações estruturais de grande importância, este estudo possui os objectivos a seguir mencionados