FMO inicia rastreio do dinheiro alocado para a resposta à pandemia da Covid-19 em Moçambique

FMO inicia rastreio do dinheiro alocado para a resposta à pandemia da Covid-19 em Moçambique


Descrição

  • 3 Agosto 2020

Fórum de Monitoria do Orçamento (FMO) apresentou ontem, publicamente, a iniciativa que visa assegurar que todos os fundos que são colocados à disposição do Governo e da Administração Pública ao nível central, provincial e distrital para mitigar os efeitos da pandemia da Covid-19 são efectivamente aplicados para os fins a que são destinados. Denominada “Resposta à Covid-19 com Contas Certas”, a iniciativa visa igualmente garantir que haja transparência e prestação de contas e que o dinheiro alocado para a resposta à pandemia chegue aos mais necessitados, no âmbito da protecção social. Com um orçamento deficitário, o Governo tem estado a mobilizar apoios e créditos concessionais junto dos parceiros de cooperação para fazer face aos desafios impostos pela Covid-19, principalmente a necessidade de investimentos no sector da Saúde, na protecção social e na revitalização da economia através de medidas de política fiscal e monetária. Em resposta, o Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou um crédito de 309 milhões de dólares não só para ajudar Moçambique na luta contra os efeitos da Covid-19, como também para produzir um efeito catalisador em relação aos demais parceiros de desenvolvimento de Moçambique.