DR #90 – A inflação não se come

DR #90 – A inflação não se come


Descrição

  • 23 Junho 2020

Este texto constitui uma continuação do texto acerca da política monetária em contexto de COVID-19. Cada vez é mais evidente que as medidas até aqui anunciadas pelo Banco Central tiveram um baixo ou nulo impacto sobre a economia, em conjuntura de crise profunda e em situação social de risco elevado.

Um dos objectivos centrais, senão o principal, do Banco de Moçambique (BdeM) é o controlo da inflação abaixo dos 10% (“dois dígitos”, como se diz). Os manuais de economia e nos países desenvolvidos, as luzes vermelhas de crise eminente acendem-se quando a inflação ultrapassa os 3%. Em Moçambique, assim como na SADC, admite-se que até 10% não existem motivos de alarme. Dez por cento é um dos critérios de convergência das economias da SADC. Será que existe uma taxa de inflação ideal para os desenvolvidos e outra tolerância para os menos desenvolvidos?