DR #75 – Conflito em Cabo Delgado: Complexidade e descoordenação nas respostas múltiplas

DR #75 – Conflito em Cabo Delgado: Complexidade e descoordenação nas respostas múltiplas


Descrição

  • 25 Outubro 2019

Existem várias iniciativas de organizações, de individualidades académicas e outras, que estudam o conflito em Cabo Delgado. Foram realizados os primeiros estudos que procuram ter uma aproximação geral aos fenómenos. Algumas conferências foram realizadas e, em todas elas, foi notório o interesse de várias organizações e de cidadãos: instituições públicas, instituições relacionadas com as igrejas, organizações da sociedade civil, pesquisadores, académicos, estudantes.

Numa análise geral sobre os enfoques das pesquisas, das preocupações manifestadas nos debates públicos e em texto vários publicados, é consenso que: (1) existem factores históricos e regionais a considerar; (2) a realidade é complexa e exige pesquisas interdisciplinares; (3) a importância de haver coordenação entre as instituições de pesquisa e entre estas com outras organizações interessadas no assunto; (4) o discurso oficial refere interesses e agentes internos e externos, acções de banditismo, desconhecimento das motivações e das hierarquias para eventuais negociações; (5) a comunidade islâmica rejeita algum envolvimento com os “insurgentes”, estando o assunto integrado em conflitos internos dentro de vários grupos islâmicos; (6) as igrejas (sobretudo a católica e a muçulmana) têm manifestado preocupação pelas consequências do conflito, sobretudo junto das populações afectadas, apelando para a paz.