DR #61 – Investimentos na agro-indústria

DR #61 – Investimentos na agro-indústria


Descrição

  • 20 Maio 2019

A cadeia da agro-indústria é entendida como um sistema que engloba a agricultura, serviços agrícolas, bem como as actividades de pós-colheita, armazenagem, comercialização, exportações e importações.

A classificação das actividades económicas em Moçambique não classifica as actividades agro-industriais de forma autónoma. Todas as actividades de transformação de bens agrícolas são incluídas na Divisão Indústria Transformadora, que inclui: a indústria alimentar, de bebidas, de tabaco, fabricação de têxteis, indústria de vestuário, de couro e de madeira. A indústria alimentar inclui o abate de carnes, pescado e hortícolas.

A agro-indústria em Moçambique caracteriza-se pelo processamento primário das culturas de rendimento como o algodão, o açúcar e o caju, o tabaco, cuja produção é destinada à exportação. Nos últimos três anos, o feijão bóer ganhou espaço em consequência da quota disponibilizada pela Índia. As exportações desta leguminosa atingiram 128.000 toneladas em 2016, sendo Moçambique o segundo exportador para aquele mercado, depois de Myanmar.

Outra categoria de produtos agro-industriais é constituída pela produção de produtos a partir de matéria-prima importada, tais como produtos derivados de trigo, milho, arroz, rações para animais e bebidas. Os produtos processados, tanto para o consumo interno como externo, abrangem: carnes, amêndoa de caju, farinhas, fruta, derivados de leite, madeira, curtumes e hortícolas.