COVID-19: A Pro-(in)actividade do Governo